DISCOGRAFIA //// BIO //// AGENDA ////
 CONTATO //// FACEBOOK //// YOUTUBE

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Diário de bordo: O nado contra a corrente.

Foto: JVLUm dos maiores desafios existenciais, (depois da morte, é claro), que um homem pode encarar em jornada de vida, é o nado livre, contra a corrente. Por mais determinado que seja o sujeito,em levar a sua vida de uma forma pacata, pelo menos em um momento de sua existência, será ele, confrontado aos desafios e oportunidades que a outra margem pode proporcionar. Quando tal desafio é aceito, se inicia uma épica jornada existencial, onde todos os seus valores serão testados, inclusive sua persistência, e seu talento. Diante dos momentos de dúvida, uma autocrítica feroz devora aqueles que carecem de vigor, e nesse momento, é tão raro se inspirar em algo, já que nesse ponto, a maioria já retornou a margem de origem, agradecendo não terem morrido “na praia”. Sobre o que há do outro lado do rio, não dou certeza se vale ou não o esforço, mas sigo enfrentando as enchente e enxurradas, afinal, quem conseguiu alcançar a outra margem, nunca voltou pro recanto, nem pra confirmar o tesouro, nem pra desconstruir o encanto.

Um comentário:

  1. Realmente chegar ao outro lado do rio é um desafio sem igual, mas feliz daquele que ainda vislumbra tal possibilidade, que não se acomoda na margem em que se sente seguro e que tenta, de todas as maneiras, vencer a correnteza, afinal, segurança nem sempre é sinônimo de realização.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...